a mamã fez | um cavalinho de pau

brinquedos. sempre gostei de brinquedos. brincava com eles em criança, vendia brinquedos quando trabalhava numa daquelas lojas de brinquedos de madeira lindos (onde, a propósito, eu descobri que estava grávida do valentim), e agora, faço brinquedos para o meu filho. porque são mais baratos que comprá-los, porque posso dar uso a uma série de coisas que tenho cá por casa e já não tinham utilidade, porque sou completamente apaixonada por brinquedos que já não se vendem nas lojas, simplesmente porque sim, porque me dá gozo fazê-los. porque me sinto ainda mais feliz quando o valentim brinca com algo que a mamã fez especialmente para ele.

este cavalinho de pau foi feito à moda do tempo da minha avó. meias sem pares pela casa são mais que muitas, linhas, lãs e botões também. se não houver um cabo de uma vassoura velha sem utilidade também não é nenhuma fortuna - qualquer drogaria vende por menos de 1€. o enchimento esse sim fui buscá-lo à retrosaria, mas só porque as meias de nylon velhas e rasgadas já há muito que tinham ido parar ao lixo.

fazer este cavalinho também não é complicado: abrir a meia e encher. enrolar a lã à volta dos dois pulsos ligeiramente afastados um do outro (quanto mais afastados, maior a crina do cavalo). encontrar o centro da lã e cozê-la na parte de cima da meia. acertar as pontas da lã com uma tesoura. cozer os botões no sítio dos olhos. cortar dois triângulos de feltro ou de tecido para fazer as orelhas e cozê-las à meia. cortar o cabo de vassoura à medida. encaixar bem a cabeça do cavalo no cabo, passar cola quente no cabo e colar à extremidade da meia. Passar um fio de lã à volta da meia para apertar bem o cabo.

difícil? nada!