Days like this...

20170705-DSCF1082.jpg
20170705-DSCF1081.jpg
20170705-DSCF1099.jpg
20170705-DSCF1097.jpg
20170705-DSCF1105.jpg
20170705-DSCF1121.jpg
20170705-DSCF1125.jpg
20170705-DSCF1091.jpg

Nestes dias de Verão, o que sabe mesmo bem é passar tempo com este piolho, comprar-lhe gelado de morango  e vê-lo correr atrás dos pombos pela Avenida Luísa Todi.
Este dia fez-me lembrar deste há 2 anos atrás (e pensar como o tempo passa depressa).

In these summer days its so good to spend time with this little bug, buy strawberry ice cream and watch him chase after the pigeons on Luísa Todi Avenue.
This day reminded me of this, 2 years ago (and think like time passes quickly).

On my desk

20170428-_ROD4642.jpg
20170428-_ROD4668.jpg

Para quem me segue nas redes sociais já deve saber que recentemente comecei um projecto pessoal sobre os trajes e tradições portuguesas.

Hoje partilho aqui no site algumas imagens do processo de uma ilustração que faz parte desse projecto. Esta ilustração é inspirada nos tradicionais bordados de Castelo Branco, e foi realizada como ensaio para uma ilustração de uma bordadeira da província da Beira Alta (que eu irei partilhar aqui no site mais tarde).

Papel: Arches Hot Pressed 300g/m2 | Aguarelas: Winsor & Newton e Sennelier | Pincéis: Daler Rowney Graduate nº1 e pincel chinês de caligrafia.

English Version

For those who follow me on social networks already know that I recently started a personal project about Portuguese costumes and traditions.

Today I share here on the site some images of the process of an illustration that is part of this project. This illustration is inspired by the traditional embroideries of Castelo Branco, and was made as a study for an illustration of a embroiderer from the province of Beira Alta (which I will share here on the site later).

Paper: Arches Hot Pressed 300g/m2 | Watercolors: Winsor & Newton and Sennelier | Brushes: Daler Rowney Graduate #1 and Chinese calligraphy brush.

Days in Alentejo

20170509-_ROD9198.jpg
20170509-_ROD9202.jpg
20170509-_ROD9211.jpg
20170509-_ROD9226.jpg
20170509-_ROD9242.jpg
20170509-_ROD9232.jpg
20170509-_ROD9236.jpg
20170509-_ROD9239.jpg
20170509-_ROD9245.jpg
20170509-_ROD9248.jpg
20170509-_ROD9252.jpg
20170509-_ROD9256-2.jpg
20170510-_ROD9273.jpg
20170510-_ROD9302.jpg
20170510-_ROD9438.jpg
Photos by Rodrigo Silva

Photos by Rodrigo Silva

Já não é novidade que por cá somos grandes apaixonados pelo campo, pelas paisagens em tons de verde e amarelo que se estendem pela estrada fora, pelo silêncio das cabras a balir e dos cavalos a relinchar. Desculpem-me, portanto, se encho tantas páginas deste meu diário visual com tantas fotos de escapadelas que damos até o Alentejo. Não é que não queiramos mostrar outros destinos, mas por cá o trabalho tem sido tanto que ainda não conseguimos dar-nos ao luxo de nos afastarmos para outros destinos tão desejados. talvez no final do ano. Até lá, resta-me apreciar (e com prazer) o que por cá há de bom.


English Version

It is no longer surprising that we are passionate about the countryside, the green and yellow landscapes that extend along the road, the silence of the goats and the horses to whine. Forgive me, therefore, if I fill so many pages of my visual journal with so many photos of trips that we make to the Alentejo. It's not about don't want to show other destinations, but here the work has been so much that we still can not afford to move away to other destinations so desired. Maybe at the end of the year. Until then, I can enjoy (with pleasure) what is good in here.

Lately...

20170311-_MG_9550.jpg
20170223-_MG_8868.jpg
20170223-_MG_8859.jpg
20170223-IV_5.jpg
20170223-_MG_8944.jpg
20170223-_MG_8958.jpg
20170223-_MG_8965.jpg
20170223-_MG_8949.jpg
20170315-_MG_9567.jpg
20170223-_MG_8996.jpg
20170223-_MG_8970.jpg
20170223-_MG_9006.jpg
20170414-_ROD2556.jpg
20170415-_ROD2569.jpg

Já lá vai quase um ano desde a última vez que me diverti a fazer linogravura para este editorial, e achei que devia tirar a goiva da gaveta para desenvolver uma série de carimbos para as embalagens das minha encomendas.
Quando estou num dia menos bom, gosto de ir à Casa do Castelo em Palmela beber um chocolate quente e apreciar a paisagem da serra. Escolho sempre um chocolate com um sabor diferente.
Recentemente comecei a desenvolver um projeto pessoal de ilustração baseado nas tradições e trajes portugueses. 
Por vezes, depois de ir buscar o Valentim à creche, passamos pela praia e damos um passeio. Para ver as gaivotas.
Em criança tínhamos uma tradição - eu e a minha avó. Fazíamos dois buraquinhos, um em cada extremidade de um ovo. Depois eu pintava dois olhos uma boca e um nariz e colava uma trança de lã feita por ela para fazer os cabelos. E depois fazia outro e outro - até ter uma grande família de ovos. Esta Páscoa encontrei uns ovos de madeira numa loja local, e lembrei-me dos ovos que pintava com a minha avó.


English Version

It's been almost a year since I last had fun making linocut for this editorial, and I thought I should to develop a series of stamps for packaging my orders.
When I am on a bad day, I like to go to the Casa do Castelo in Palmela to drink a hot chocolate and enjoy the landscape of the mountains and trees. I always choose a chocolate with a different flavor.
I recently started to develop a personal illustration project based on Portuguese traditions and costumes.
Sometimes, after Valentine's kindergarten, we'll walk along the beach to see the seagulls.
When I was a child we had a tradition - me and my grandmother. We made two little holes, one on each end of an egg. Then I would paint two eyes with a mouth and a nose and stick a braid of wool made by her to make the hair. And then I made another and another - until I had a large family of eggs. This Easter I found some wooden eggs at a local store, and I remembered the eggs I painted with my grandmother.

Brownies | Free Printable

20170316-Brownies_receita-2.jpg

Já tenho experimentado várias receitas para bolos de aniversário, e a receita de brownies é, na minha opinião, definitivamente a melhor. Apesar de o resultado não ser um bolo deslumbrante, o sabor é divinal, e eu até gosto daquele aspecto de bolo de aniversário rústico. 

Fiz esta ilustração a pensar "Porque é que as nossas receitas preferidas têm que estar guardadas num livro ou num caderno de receitas, e não ao alcance dos nossos olhinhos, a decorar as paredes da nossa cozinha.

Partilho convosco, queridos amigos, a receita ilustrada em PDF, para que se possam deliciar neste fim-de-semana e torná-lo um pouco mais colorido.

 

3 anos (e uma festa na horta)

20170227-_MG_9208.jpg

Estávamos a passar uns dias no Alentejo quando o Valentim fez 3 anos. Apesar de estar longe dos amigos e dos primos, não podia deixar de lhe preparar a sua "festa vermelha", como ele tanto me pediu. Foi uma festa pequenina na horta, para os papás, os avós e os bisavós. Improvisámos na decoração entre perdidos e achados que encontramos lá para casa, e as couves e laranjas que fomos apanhar à horta (que fizeram as vezes da decoração floral). E porque adorei todos os pormenores desta festinha improvisada, acabei por me sentir inspirada a desenvolver o estacionário (disponível em breve na loja online).

We were spending a few days in Alentejo when Valentim turned 3. Though he was far from his friends and cousins, we prepare his "red party," as he asked me so much. It was a small party in the garden, for the parents, the grandparents and the great-grandparents. We improvised the decoration. We used the cabbages and oranges that we picked up in the garden to do the "floral" decoration. And because I loved all the details of this improvised party, I ended up feeling inspired to develop the stationary (available soon in the online store).

Photos by Rodrigo Silva Photography

Alentejo | Documenting our Weekend

"Fugimos" para o campo por 4 dias. 4 dias para descansar, recarregar baterias, para ganhar nova inspiração, para brincar ao Carnaval e celebrar o 3º aniversário do Valentim (aguardem pelas fotos aqui no blog). Documentado o nosso fim-de-semana, foi qualquer coisa como isto:
"We fled" to the field for 4 days. 4 days to rest, recharge batteries, to gain new inspiration, to play at Carnival and celebrate Valentim's 3rd birthday (wait for the photos here on the blog). Documented our weekend, it was something like this:

Sábado de manhã, mercado de Estremoz. A tarde foi para descansar, o domingo a mesma coisa. Caminhadas pelas ruas do Redondo. Aproveitar a soneca do Valentim com os avós para desenhar qualquer coisa. Migas de espargos e plumas de porco grelhadas na grelha (de fazer salivar até os menos gulosos). Apanhar laranjas, limões e couves na horta (já é um clássico). Festejar o aniversário do Valentim debaixo da oliveira.
Saturday morning, Estremoz market. We rest in the afternoon, Sunday the same. Walking through the streets of Redondo. Draw anything while Valentim was napping with  grandparents. Traditional Alentejo food made with bread and asparagus and grilled black pork (from salivating to the least greasy ones). Pick up oranges, lemons and cabbages in the garden (it's a classic). Celebrate Valentine's birthday under the olive tree.

E basicamente é isto. Tudo muito calmo, tudo muito simples. Exatamente o que precisava para voltar à carga. Espero que o vosso fim-de-semana também tenha sido, se não tão calmo como o meu, bastante divertido. 
And that's it. Everything very calm, everything very simple. Exactly what I needed to get back to the load. I hope your weekend has been, if not as calm as mine, pretty fun.